sábado, 27 de dezembro de 2008

Porque hoje é sábado! (Parte 15)



Detrás de mim no ramo quero ver-te.
Pouco a pouco te convesteste em fruto.
Não te custou subir das raízes
cantando com tua sílaba de seiva.


E aqui estarás primeiro em flor flagrante,
na estátua de um beijo convertida,
até que o sol e terra. sangue e céu,
te concedam a delícia e a doçura.


No ramo verei tua cabeleira,
teu sinal madurando na folhagem,
acercando as folhas a minha sede,


e tua substância encherá minha boca,
o beijo que subiu da terra
com teu sangue de fruta enamorada.

-Pablo Neruda-

Recife - PE
Comentários
2 Comentários

2 comentários:

Paula disse...


http://www.ciudadseva.com/textos/cuentos/esp/cortazar/casatoma.htm


paulenha

Ninguém envolvente disse...

Olá...passei aqui ontem e não tive tempo de lê-lo com calma... então cliquei ali em seguir seu blog >>>
Hoje voltei para ler ... vi até umas postagens antigas e adorei. Seu blog é mto sortido. Voltarei sempre que atualizar. Abraços e que vc realize pelo menos 1% da sua lista de desesjos para o ano de 2009 rs.

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário. Sua opinião, sugestão e crítica construtiva, sempre será bem-vinda.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...