segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

Rastros da Destruição


Em pouco mais de 15 dias, o balanço da ofensiva israelense contra Gaza é de mais de 1.300 mortos e os feridos superam os 5.500. O Ministério da Habitação na região apresentou os primeiros dados de danos, que cifram o número de casas totalmente destruídas em 4.000 e danificadas mais de 20 mil.

O agravante deste massacre é que Israel não escolheu combatentes, fazendo desse massacre, uma verdadeira exterminação. Entre os mortos, cerca de 500 são crianças. Talvez tenham repetido o extermínio do qual já foram vítimas, quando do Nazismo. Aprenderam bem as lições, não para não repetí-las, percebe-se.

Prevalece, entretanto, no momento, um mínimo de bom senso, que se pensava ter "sido assassinado" antes de começar a invasão. Que ele possa prevalecer, porém sem que se deixe de apurar responsabilidades.

Que possa haver uma chance à paz!

Recife - PE
Comentários
4 Comentários

4 comentários:

silvia masc disse...

Olá, Pedi muito pela pela paz, já que tinha parentes, lá na guerra, uma prima de apenas 19 anos e um primo de apenas 22,felizmente,ambos estão bem. E o Hamas? Gostaria de citar uma frase dita há pouco menos que 60 anos atrás, por uma mulher de extremo valor, Sra.Golda Meier: "Se um dia, os palestinos amarem as suas crianças, o tanto que nos odeiam, aí sim poderá haver paz" é histórico o número de óbtos de crianças por lá, o que lamento profundamente.Porque será? Pense nisso.
um grande abraço,
silvia

silvia masc disse...

Querido, ontem postei o comentário, mas por falha de memória coloquei a citação incompleta, voltei para corrigi-la: " Podemos perdoar os árabes, por matarem nossos filhos. Mas, não podemos perdoá-los por nos obrigar a matar os filhos deles. Somente teremos paz com os árabes, quando eles amarem mais os seus filhos do que o ódio que tem por nós"
Golda Meir

ET. Não sou generalista, e tenho queridos amigos árabes.

silvia masc disse...

Obrigada pela sua resposta, só não vou publicá-la, porque no Espaço Melhor Idade, não abordo assuntos políticos/ religiosos. Falamos lá de Saúde, Vida Saudável ,Sexualidade, Humor... Entendi as suas colocaçõe, se você tiver oportunidade, permite a sugestão de um livro? - Ó Jerusalem - Larry Collins e Dominique Lapierre, os autores, são ambos jornalistas e não judeus.Trata de todo processo da criação do estado de Israel, com muita isenção. è bem interessante.

silvia masc disse...

um grande abraço.

silvia

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário. Sua opinião, sugestão e crítica construtiva, sempre será bem-vinda.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...