domingo, 26 de abril de 2009

Castrou o marido e foi ao cinema...


Vou tentar falar de forma bucólica sobre algo grotesco.

Segundo matéria do Jornal do Commercio, de Recife, "Um homem de aproximadamente 50 anos teve o pênis amputado pela companheira. Ele teria estuprado a enteada de 7 anos de idade." E acrescenta: "Médicos chegaram a reimplantar o órgão, mas na manhã deste sábado (25) já o observavam necrosado. Por isso, o falo deve ser novamente removido". Na foto acima, a "arma do crime" jogada em cima do telhado.

Qualquer tipo de violência é reprovável, mas uma das piores que há é exatamente a violência sexual, que se torna "inominável" quando praticada contra uma criança.

A mãe que certamente tomou essa atitude por transtorno psicológico, praticou o que muitos de nós temos vontade de fazer diante de crimes semelhantes, porque a prisão ou a morte são ainda suaves e desproporcionais ao mal cometido.

Lamentavelmente terá que contar com a proteção do estado, contra esse elemento, que ainda no leito hospitalar, já brada ameaças de morte à sua algoz. E essa proteção bem sabemos como é "eficiente".

Também ela responderá processo criminal por "crime de amputação", mas certamente, no "tribunal da consciência de cada jurado ou juiz", ela já está absolvida.

Que o episódio sirva de lição aos tarados de plantão, que pelo Brasil à fora, têm intensificado a prática desse tipo de crime.

Recife - PE
Comentários
3 Comentários

3 comentários:

Paula Marina disse...

gostei.

Silvia Masc disse...

Trágico para a família toda, desejo intensamente que ela seja absolvida.
beijo

Anônimo disse...

Deviam cortar as tetas das mães que espancam seus filhos... ou extirpar-lhes os ovários para que não possam mais ter filhos.

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário. Sua opinião, sugestão e crítica construtiva, sempre será bem-vinda.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...