quarta-feira, 28 de outubro de 2009

É proibido viver! É proibido morrer!


Alagoas, o estado mais pobre do Brasil, tem situação inversamente proporcional à classe política, que sempre se deu muito bem por lá, a exemplo dos "donos do pedaço", como renan e collor, bem como "peixes menores".

Naquele estado, deputados acusados de assassinatos e afastados pela justiça, têm seus mandatos assegurados pela assembléia legislativa, igualmente comandada por bandidos. Enfim, é um retrato 3 x 4, da bandalheira oficial que se instalou nesse país ao longo dos anos e que, agora, encontra guarida nos maiores poderes da república.

No interior desse estado, na cidade de Porto Calvo, literalmente, "não há onde cair morto". Segundo denuncia o jornal Folha de São Paulo, na cidade de 30 mil habitantes, distante 100 Km da capital, Maceió, os mortos estão sendo enterrados em covas rasas, por cima de outros corpos ou ainda nos passeios, espaço dedicado "aos vivos", para circulação. A foto acima é do local.

Entre as consquências, a mais grave é a questão da saúde pública. Vizinhos reclamam do mau cheiro que vem do local, causados pelos corpos em putrefação.

Cá comigo, lembro-me de Chico Buarque, em "Funeral de um Lavrador". Lá naquela cidade alagoana, a dignidade aos cidadãos é negada até mesmo na hora da morte. Sequer têm direito ao seu "latifúndio" medido em palmos de profundidade.

***********

Em tempo:

Não deixem de ler "Espantos e Cochilos", verdadeiro "tratado" sobre
relacionamentos, no "São seus olhos"

Recife - PE
Comentários
1 Comentários

1 comentários:

Samelly Xavier disse...

Eita que honra!

Beijo recitado

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário. Sua opinião, sugestão e crítica construtiva, sempre será bem-vinda.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...