segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Maria Luíza - A dor tem retrato


Maria Luíza é uma catadora de papelão pelas ruas de Recife, moradora de uma comunidade pobre, no bairro da Torre, que é, por coincidência, o bairro onde moro, hoje invadido de suntuosos edifícios, contrastando com palafitas como as da "Vila Santa Luzia".
Maria Luíza fez questão de dar aos filhos o que de melhor poderia dar: educação. Mesmo estudando em escolas públicas, sempre os ensinou que "prá ser alguém na vida", precisariam estudar.
Em 2007, seu filho Alcides Lins, então com 19 anos, foi aprovado em primeiro lugar no Vestibular da UFPE - Universidade Federal de Pernambuco, entre os alunos provenientes da escola pública e, por isso, foi destaque na imprensa local.
Maria Luíza falou à época: "Eu sustentei meus filhos com a carroça, porque eu não queria que eles ficassem como hoje em dia eu vivo. Para eu vê-lo um dia ser o que ele é, eu tive essa força, essa coragem para trabalhar noite e dia”.

Alcides começou a cursar Biomedicina e atualmente era estagiário no HEMOPE, o hemocentro de Pernambuco, onde era um dedicado e esforçado, que angariava a simpatia de todos, por sua dedicação.

Esta mãe sempre orgulhora, era, neste fim de semana o "retrato vivo" da dor.




A vida de Alcides foi interrompida na última sexta-feira, quando foi assassinado com dois tiros na cabeça, por engano, confundido com um marginal, diante de sua mãe e irmãs, interrompendo um sonho, matando esperanças e trazendo descréditos quanto a segurança pública.

É fácil comemorar diminuições de índices de criminalidade. Difícil é acreditar nisso, quando o caso acontece dentro da nossa própria casa.

Morre Alcides... Este sim, um verdadeiro herói da superação, muito mais que determinados "filhos do BARRIL", para quem se fazem filmes que mais parecem "histórias da carochinha".

Retratos do Brasil.

P.S. - Para maiores informações, leiam o editorial do site JC On-Line, de Recife, sob o título: "Recife Envergonhado":

http://jc3.uol.com.br/blogs/blogjamildo/canais/noticias/2010/02/08/recife_envergonhado_63551.php




Recife - PE
Comentários
2 Comentários

2 comentários:

Silvia Masc disse...

Muito triste, muito... em lágrimas quando soube dessa lamentável história, peço a D'us que dê muito conforto à essa família. E vergonha no focinho do poder público, por ora um poder maldito.

Ignoto Jardim disse...

Que história triste, Agostinho. Quisera eu que fosse ficção...Mas é real, e como dói a realidade!
Que Deus dê forças a essa mãe, é só o que posso dizer.

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário. Sua opinião, sugestão e crítica construtiva, sempre será bem-vinda.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...