terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

Tributo a Arnaud Rodrigues


Soube há pouco, da morte de Arnauld Rodrigues, por afogamento, num acidente de barco no estado de Tocantins, hoje fim da tarde, aos 67 anos.

Nos anos 70, o pernambucano de Serra Talhada, cidade onde também nasceu o legendário Lampião, formava, talvez, a melhor dupla de "editor / humorista" do Brasil, com Chico Anysio, no programa Chico City, onde participava como "Paulinho", da banda "Baiano e os Novos Caetanos", numa paródia a Caetano Veloso.

Também destacou-se em 1983, ainda na Globo, na novela das seis, "Pão, pão. Beijo, beijo", estrelada por Cláudio Marzo, onde fez o papel de "Soró".

Atualmente era o "Coronel Totonho" de "A Praça é Nossa", no SBT.

A Arnauld, meus agradecimentos por tantos momentos agradáveis na minha infância/adolescência, do melhor humor, hoje praticamente desaparecido, quando formava com Chico Anysio, a dupla "Baiano e Paulinho", que gravaram músicas que foram sucesso na época e ainda hoje são lembradas, como a do vídeo acima, "É só prá dá um toque", como também "Urubu tá com raiva do boi", "Vou batê pá tu", entre outras.

Vai na paz e "em paz"!


Recife - PE

Comentários
2 Comentários

2 comentários:

Silvia Masc disse...

Para alguns a csrne desce, mas alma é grande e sobe...

bjs

Buh: disse...

Um dos Mestres do Humor...
Estava refletindo e percebi que infelizmente os melhores humoristas estão falecendo... O fato é que, como todas as coisas do mundo, um dia eles morrem... E infelizmente tbm a geração humoristica de hoje nem se compara a de antigamente. - "[...]do melhor humor, hoje praticamente desaparecido, [...]" -
Ainda bem que nasci a tempo de não só conhecer como prestigiar alguns grandes nomes, como Chico Anysio e e o próprio Arnauld.

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário. Sua opinião, sugestão e crítica construtiva, sempre será bem-vinda.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...