quinta-feira, 8 de abril de 2010

Hoje é dia de Aniversário!

Hoje, 08 de abril, o blog completa 3 anos de vida.
Parece pouco, mas em se tratando de um blog, acho que
é uma marca respeitável.
A autora do post de hoje, a Samelly Xavier, a quem considero
"mãe do blog" numa história que ela mesmo explicará logo abaixo,
é outra jovem que também não me deixa perder as esperanças
num Brasil e num mundo melhor.

Poetisa e cronista das melhores, já é autora de 03 livros,
os quais muitas vezes me servem de inspiração e de
fonte constante de consulta.
O seu blog, "São seus olhos", é uma pequena amostra
da capacidade literária dessa "filhota de Mário Quintana".
Além do texto ela pediu à sua amiga e fotografa, Marília Cacho
uma foto especial para esse post, com recomendações, inclusive,
da posição que a foto deveria ter no texto.

Daqui do "velho mundo" (estou em Roma - Itália, esses dias),
olho prá trás e peço a Deus força e inspiração para continuar escrevendo o blog.

Vida longa ao "Salada à Brasileira".

Vamos ao primoroso texto da Samelly!




**********


O nome dele é Agostinho. Lembro que num dos nossos primeiros papos – e isso já deve fazer uns 5, 6 anos – eu perguntei se não era Augusto, cujo “inho” era mania de brasileiro. Sim porque se tem um povo que gosta de diminutivo como prova de afeto grandioso, esse povo somos nós. Os “amorzinho”, “fofinho”, “lindinha”, “filhota” e “menininha” que não me deixem mentir.

Mas não. O nome dele era diminuto mesmo como que para confrontar o grande homem que ele é. Mania de brasileiro. Como se não bastasse, ele gostava de assinar seu nome com um h a mais! Assim, além de Agostinho, ele é também o AhGostinho. Ah!gostinho com H maiúsculo, diga-se de passagem! E assim vem à tona uma sua característica que nos aproxima também: adoramos trocadilhos, jogos de linguagem, brincar com a língua (ops, sem trocadilhos neste último, ok?).

Brasileiro que é brasileiro adora achar uma brecha na linguagem e multi-significar o óbvio. Afinal de contas, somos mistura por essência. De raça, de cultura, de crenças e valores. Se você vir uma moça baixinha de cabelo liso e olhar puxado sorrindo tímido, sabe de onde ela é. Se você vir um rapaz branquelo que se fica vermelho do sol, dentes brancos e cabelos cor de lua dourada você também sabe de onde ele é. Mas, se você vir um branquelo de olhos puxados, cabelo ondulado, pegando um surf na praia, enquanto toma um licor, aí você não sabe de onde ele é, você sabe o que ele é: ele é brasileiro, muito prazer!

Desde o convite para falar sobre os 3 anos deste blog, minha última diversão é brincar de rodopiar com as letras do seu nome. SALADA, na ponta (até os pés) da minha língua, já virou ALADA, ALA, SALA, SAL... Alada por ser meio mágica; ala pra lembrar o carnaval delicioso de onde o seu autor é filho integral, sala de espera pelo novo texto (dica, piada, brincadeira, comentário..) e sal, porque, afinal, esse é o nosso tempero oficial. Com rima e tudo.

Lembro do Agostinho me falando da vontade de fazer um blog, mas tinha de ser algo “diferente”, como se algum projeto seu já não fosse sempre inovador. O topo da topus que não me deixe exagerar. Lembro dele ser um visitante assíduo e comentarista genial no meu próprio blog, que antecedeu o seu só para a gente validar aquela historinha que o discípulo sempre supera o mestre. Porque eu acho que ele nem imagina a comoção que me dá toda vez que ele diz (inclusive alguns posts atrás) que eu fui sua “inspiração” para virar blogueiro. Que honra! Uma honra com (ah)gostinho de quero mais, afinal, brasileiro que se preze não se contenta com pouco.

Que venham mais muitos anos, meu querido amigo, de gostinho do ah!gostinho. Um gosto que passeia do humor à comoção; da crítica à poesia romântica; da culinária à política. Afinal não se poderia esperar menos dos ingredientes que saboreamos todos os dias neste seu (nosso) delicioso espaço virtual.

Vai um mimo:






Salada à brasileira

Saboreio a sobremesa sobre à mesa

Mastigo um castigo com olhos famintos

Engulo sapos, cuspo desaforos

Devoro desejos com uma fome sedenta

Me lambuzo da infância:

doce de lembrança, salgada de lágrima

Sirvo-me de bandeja aos meus amigos:

Não joguem meus restos no lixo

Me alimento do amor

(que mancha meu azulejo branco)

Sou uma salada de todos os sentimentos

Os melhores, reservo para as melhores bocas

De boca em boca, as risadas enchem os papos

Bebo os choros para desentalar a alma

Misturo misturas com sabor de quero mais

E o resultado, como todos sabem

Sai quentinho

quietinho:

do forno do Brasil para as labaredas do mundo afora .

Samelly Xavier, em 08 de abril de 2010



Roma - Itália


Comentários
5 Comentários

5 comentários:

Samelly Xavier disse...

Eu não disse que tinha ficado enorme? rs

Obrigada pelo convite, criança, e pelo afeto de sempre.

Beijo recitados e vida longa a esta salada deliciosa!

Dentro da Bota disse...

AUGURI!!!! pelo niver do Blog!!!!
Espero que aproveite Roma!!!!!
E longa vida ao BLOG!!!!!

Tanti saluti!!
Gi, Roma

opiniaocorderosa disse...

Parabéns pelo aniversário do 'SALADA', que nunca tenha validade!!

Amei o post, humor na medida certa e tem uma característica que eu ADORO: identificação. É o máximo ler um texto que fala sobre características dos brasileiros quesão realmente verdadeiras. A gente 'ri um riso bobo' e fica com vontade de ler mais e mais. Tão agradável que um texto 'extenso' se fez curto. Eu leria mais e mais. Parabéns!

Beijos pro 'salada', beijos pro 'gostinho' e beijos pra Samelly!

Buh: disse...

"Longa vida ao Salada!" Ta ai, gostei.
Nossa, adorei o texto e a criatividade dela.
A foto me fez babar aqui...rsrs!
Mande-me o link do blog dela, please?
Beijo

Ignoto Jardim disse...

Agostinho, eu quero tb parabenizar vc e seu Blog pelo aniversário! Não é fácil ficar três anos no ar, requer força, determinação, talento, e muito mais.
parabéns tb pela viagem ao velho mundo, espero que curta bastante e volte cheio de novidades para nos contar, aqui pelo "Salada".
A postagem da Samelly está linda, e essa foto, ai Jesus, que loucura, quero um pedaço!
eu escrevi algo em outra postagem, agradecendo a força que vc postou lá, no jardim, mas não apareceu publicado, portanto repito; obrigada pelo apoio!
fica na Paz e muitas alegrias em sua viagem, ok?

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário. Sua opinião, sugestão e crítica construtiva, sempre será bem-vinda.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...