sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Problema de verbo ou de verba$?


Acredito que a grande maioria desses SUPREMOS JULGADORES que ontem, numa palhaçada sem igual em nossa história, decidiram empatar a votação sobre a validade da chamada "Lei da Ficha Limpa" já para as eleições de 2010, foi uma forma disfarçada de mais uma vez, dizerem a nós "Zé Povinho", que quem manda nesta porra de país são eles mesmo e está acabado.

O presidente do tribunal, ministro Cézar Peluzo, começou a votação levantando suspeita sobre a validade de própria lei, que, segundo ele, na votação do Senado, houve uma alteração do "tempo verbal" em um dos artigos e, por isso, deveria ser devolvida à Câmara dos Deputados, para mais uma votação. E pergunto ao ministro: Essa questão que o senhor levantou é mesmo uma questão de verbo? Ou seria de verba$?

Outro ministro, ex-presidente gilmar vende$, justificou o seu voto ignorando a iniciativa popular, alegando que se tivesse que respeitar a lei poque veio da vontade do povo, seria melhor fechar o STF, que não precisaria mais julgar nada. Olha que não seria uma má idéia, senhor m(s)inistro! Não que a Democracia prescinda de tribunais semelhantes ao STF, mas sim porque esse parece contaminado com a praga que assola esse país, o da corrupção.

E tá aí, mais uma vez, nós, o Zé Povinho, feitos de palhaços no circo desses pústulas!



Recife - PE
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário. Sua opinião, sugestão e crítica construtiva, sempre será bem-vinda.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...