domingo, 3 de julho de 2011

O orgulho e a vergonha de ser brasileiro - Parte I



"Para amar o Brasil
é preciso paciência,
aquela doce e amável,
aquela burra paciência
que nos faz suportar o patriotismo idiota
dos que amam a bandeira e o hino
mais que o povo,
dos que adoram os símbolos e traem a realidade
e que confundem
fardados generais com a pátria
que os sustenta."


Para amar o Brasil
é preciso paciência, e muita imaginação.
Muita imaginação para sentir-se,
como Vaz de Caminha,
deslumbrado,
muito verde nas matas,
muitas matas nos montes
muita gente inocente,
muitas várzeas com flores,
(E safadeza em toda parte).

"Brasil faminto, assaltado,
ferido, conspurcado,
e que faz da sobrevivência a sua grande façanha.
Ai, meu Brasil!
Que te fizeram, Brasil? Por onde andaste?
Tu, ontem, malandro onzeneiro,
hoje, Brasil golpista e caloteiro"!



Trechos do poema
"Receita para amar o Brasil"
Daniel Lima



Recife - PE
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário. Sua opinião, sugestão e crítica construtiva, sempre será bem-vinda.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...