segunda-feira, 25 de julho de 2011

Precisamos de uma Cultura de Paz!



Em minha modesta opinião, a violência está sempre associada à falta de limites, sejam eles sociais ou sócio-políticos. A corrupção é um tipo de violência. O preconceito, o desrespeito, são ainda outros tipos.

Porém o pior tipo de violência é aquela que afronta os poderes constituídos, especialmente quando esses poderes se constituem em "podres poderes", contaminados pela indiferença, pela ingerência e pela incapacidade proposital de apuração, julgamento e punição.

É o que vemos hoje no Brasil e, em especial no estado de Alagoas, onde a taxa de homicídios é de 60 para cada 100 mil habitantes, uma das mais altas do planeta e mais cruel que muitas guerras.

Neste fim de semana, uma mulher que ousou denunciar o tráfico de drogas, foi arrancada de casa, esquartejada e teve sua cabeça pendurada em uma estaca. Crime tão bárbaro não se escutava falar desde os tempos do cangaço e é cometido por quem tem a certeza da impunidade.

Será que nós cidadãos, perdemos nossa capacidade de indignação? Será que esquecemos nossos papéis de "construtores de paz"? Até onde nos levará nossa indiferença e comodismo? De quem devemos cobrar essa "fatura"? Onde estão sendo investidos nossos impostos, cobrados extorsivamente?

Faço inicialmente, essas perguntas em primeira pessoa, fazendo também o meu "mea culpa".




Foto: Cássio Vasconcelos - Site UOL

Recife - PE
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário. Sua opinião, sugestão e crítica construtiva, sempre será bem-vinda.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...