terça-feira, 18 de outubro de 2011

Futura vítima de bullyng



Um caipira, pobre, de parcos conhecimentos, foi ao Cartório para registrar uma filha que, havia pouco, nascera. Foi rapidamente atendido, travando-se o seguinte diálogo entre ele e um funcionário:

- Às suas ordens. O que deseja?
- Registrar a minha fia.
- Pois não; qual será o nome da criança?
- Onça XIV.
- Como? Onça XIV?
- Sim, sinhô.
- Não pode, senhora, não pode.
- Mai pru que num pode?
- Pense bem, isto não é nome de gente. A sua filha iria ser ridicularizada, seria motivo de gozação.
- Só pruquê eu sou pobe, num é?
- Pelo amor de Deus, não se trata disso.
- Trata, sim. Onça XIV num pode; e pruquê pôde Leão XIII?




Cabo de Santo Agostinho - PE
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário. Sua opinião, sugestão e crítica construtiva, sempre será bem-vinda.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...