sábado, 10 de dezembro de 2011

Efemeridades...



A recordação de tudo o que foi antes.
A ansiosa certeza do que virá depois.

E, no meio estrangulado,
o impercebido agora,
o único que é vida.

Esta, a essência do ser, do tempo feito,
tempo que o torna êxtase e agonia.


Para Bruna Matos

Poemas - Daniel Lima


Recife - PE
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário. Sua opinião, sugestão e crítica construtiva, sempre será bem-vinda.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...