domingo, 19 de fevereiro de 2012

A saga de tomar um vinho...


Ontem à noite, aqui na cidade de Garanhuns, no agreste pernambucano, começou o "V Garanhuns Jazz Festival", que acontece anualmente, sempre nos dias de carnaval. A cidade, muito aprazível e hospitaleira, é também conhecida como a "Suíça Pernambucana", devido ao seu clima ameno, que no inverno chega a 10 graus, o que é praticamente "fazer neve" em nossa região quente por 12 meses ao ano.

O festival conta com a participação de atrações locais, nacionais e internacionais. E no fim das contas, o jazz, juntamente com o blues, são estilos musicais que, como o samba, são consideradas "música negra", por suas origens.

Mas um fato engraçado me ocorreu ontem, ao chegar ao local. Sentei-me em uma mesa e logo fui atendido por um garçom. Perguntei-lhe que vinhos ele tinha disponíveis. Daí ele começou a desfiar verbalmente sua "carta de vinhos", começando pelo "Santa Felicidade". Em tom de brincadeira, lhe interrompi, falando: "Meu amigo, eu quero beber vinho e não piada". E pedi-lhe que me trouxesse sua carta de vinhos.

Entre os vinhos péssimos e ruins, havia uma boa oferta de vinhos medianos e optei pelo "Porca de Murça", (foto acima), português da região do Douro. Daí veio a parte mais cruel da história. Ele abriu o vinho e trouxe-me copos descartáveis para saboreá-lo. Perguntei se não havia taças disponíveis e ele afirmou que não. Daí, na pior das hipóteses, lhe pedi que me trouxesse um copo de vidro. Voltou alguns minutos mais tarde, com outros copos descartáveis, dessa vez menores que os primeiros, que mais uma vez rejeitei e "ameacei" devolver o vinho. Daí, cheio de boa vontade, prontificou-se a conseguir um copo de vidro. Voltou cerca de 15 minutos depois, com esse copo que também pode ser visto na foto acima, dizendo-me que teria ido ao restaurante onde trabalha, pegar o copo. Agradeci-lhe por seu esforço, mas ao cheirar o copo, veio às narinas um cheiro de copo gorduroso.

Mas não tinha mais jeito e aquilo era o máximo que ele poderia fazer. Daí acabei encarando e tomando o vinho. Sorte que o espetáculo encantador, valeu à pena qualquer sacrifício.

Hoje à noite estou de volta, mas desta vez lavarei minha própria taça...



Garanhuns - PE
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário. Sua opinião, sugestão e crítica construtiva, sempre será bem-vinda.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...