segunda-feira, 26 de março de 2012

E não é que o SUS realmente funciona...


O Sistema Único de Saúde, o SUS, foi criado com o objetivo de tornar o acesso dos brasileiros à saúde, único e universal. Infelizmente o sistema, além de não funcionar, é espaço para a prática de desvios de verbas, para recebimento de propinas e para o enriquecimento ilícito, como todo país teve oportunidade de ver há poucos dias, através de um programa de TV de abrangência nacional.

Mas há um lugar que um "SUS particular" funciona e muito bem, regado pelo meu, seu e nosso dinheiro. É no Senado Federal. Ali, os gastos com saúde utilizados pelos senadores, seus dependentes e, pasmem, até mesmo ex-senadores e dependentes, não têm limite de gastos, sendo integralmente reembolsados pela casa, inclusive tratamentos dentários.

De 2007 até hoje essa conta já chega em mais de R$ 72 milhões. Há casos como o do ex-senador Divaldo Suruagy, fora da casa desde 1994, que teve reembolso de R$ 41.500 por tratamento dentário. Moisés Abraão, ex-senador pelo Tocantins, cravou ressarcimento de quase R$ 110 mil.

Talvez seja esse inadmissível privilégio que garante a longevidade de "certas múmias" que comandam a casa.

Até quando seremos tão passivos?


Recife - PE
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário. Sua opinião, sugestão e crítica construtiva, sempre será bem-vinda.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...