sexta-feira, 9 de março de 2012

Não apenas um chute no traseiro...


Faz exatamente um ano que parte do território japonês, foi atingido por um terrível tsunami que deixou milhares de vítimas, desabrigou milhares de pessoas, destruiu parte da infra-estrutura e da economia japonesa e ainda causou o rompimento do reator de uma usina nuclear, expondo milhares de pessoas aos efeitos da radiação que, como sabemos, perdura por muitos e muitos anos, matando, causando cânceres, dizimando plantações, corrompendo o meio-ambiente.

Hoje, após um ano, as áreas atingidas estão praticamente reconstruídas. A infra-estrutura está recuperada. O respeito na atenção aos seus cidadãos está em primeiro lugar. E tudo isso, com uma corrupção que beira ao irrisório, senão inexistente.

O país é um exemplo para o mundo, como foi após ser destruído, após a II Guerra Mundial.


Enquanto isso no Brasil, país que há mais de 7 anos sabe que vai sediar dois grandes eventos do esporte mundial, a Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016, a infra-estrutura dos estádios, estradas, aeroportos, acessibilidade, transportes públicos, entre outras obras necessárias, têm uma velocidade infinitamente inferior à voracidade com que os responsáveis por tudo isso se arvoram em corromperem, roubarem, se apropriarem indebitamente...

Foi necessário que um dirigente estrangeiro, de forma grosseira chamasse a atenção das autoridades, humilhando quem precisava mais do que humilhação...

Em nosso país, o "tsunami" é moral e para esse, infelizmente, a cura está longe e nem todos os "chutes no traseiro", resolverão.


Recife - PE
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário. Sua opinião, sugestão e crítica construtiva, sempre será bem-vinda.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...