sexta-feira, 30 de março de 2012

Prá não dizer que não falei de flores...


DEMO, o partido... DEMÓstenes, o senador... DEMO, como muitos se referem ao "anjo decaído", que foi o que o Demóstenes Torres, significou muitas vezes para a atual "situação" nesse país: seja contra os desmandos do Planalto, seja contra seus próprios pares.

O DEMO, o partido, desde que alijado do poder, tenta renovar-se e manter-se vivo e consegue isso fazendo uma oposição contundente, para marcar território junto ao eleitorado e tinha no senador goiano, ex-promotor público, um homem aparentemente ilibado. Sepulcro caiado... Telhado de fino cristal...

Acredito que, como ele, tantos outros homens públicos de aparência ilibada, têm também seus telhados frágeis e outros ainda nem os têm mais...

Mas o dói na alma de verdade, é ouvir $arney, amigo de infância de toda petralhada, dizer com sua voz empolada que "as denúncias são graves e têm que ser apuradas". Logo ele, que tantas vezes foi alvo de denúncias formuladas pelo próprio Demóstenes, como todas as outras, nunca apuradas.

Se for feita, de fato, uma faxina moral nesse país, o que sobrar se conta nos dedos e ainda sobrarão dedos.

Triste "circo Brasil".

Recife - PE

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário. Sua opinião, sugestão e crítica construtiva, sempre será bem-vinda.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...