domingo, 11 de março de 2012

Qual a temperatura ideal para se tomar um vinho?


Uma dúvida que sempre surge em quem está começando a se aventurar numa viagem pelo “mundo do vinho” é expressa numa pergunta: qual é a temperatura ideal para se tomar um vinho?

Alguns respondem que os vinhos devem ser tomados à temperatura ambiente. E a resposta está relativamente certa, desde que essa temperatura ambiente não ultrapasse, no caso dos vinhos tintos, os 18º Celsius. Porém, em se tratando de um país tropical, como o Brasil, aonde geralmente, as temperaturas ambientes chegam até a 35º Celsius, essa resposta não vale.

Os vinhos são considerados com uma bebida em constante evolução (ou involução, às vezes) e beber o vinho na temperatura correta faz com que ele revele todas as suas características. Costumo dizer que os vinhos são “seres vivos”.

E quais são essas temperaturas?

Para os espumantes ou champagnes, a temperatura ideal é entre 6 e 8º Celsius e deve ser bebido em uma taça tipo tulipa, para permitir que as bolhas (perlage) subam lentamente à superfície e mantenham a temperatura por mais tempo.

Os vinhos brancos, se forem suaves ou doces, devem ser tomados à temperatura entre 6 e 10º Celsius. Já os brancos secos, devem ser tomados entre 10 e 12º graus Celsius. O frescor e a acidez, que são características dos vinhos brancos, especialmente dos secos, “casam” bem com temperaturas mais baixas.

Os vinhos rosados, ideal para ser degustado como um refrescante aperitivo deve ser apreciado numa temperatura entre 12 e 14º Celsius.

Os tintos leves, jovens (sem passagem por barrica de carvalho) e frisantes, devem ser apreciados numa temperatura entre 14 e 16º Celsius. Já os de médio corpo ou envelhecidos, entre 16 e 18º Celsius. Os encorpados, com grande tempo de passagem por barricas, podem ser degustados numa temperatura entre 18 e 20º graus.

Eis algumas dicas:

- Para resfriar rapidamente uma garrafa de vinho branco, espumante ou champagne, usar um balde de gelo com água. Nunca colocar a bebida em um freezer, pois o choque térmico poderá alterar as suas características e sabor;

- Nunca refrescar o vinho colocando gelo dentro da taça, pois isso dilui o vinho e modifica o seu sabor.


Artigo de minha autoria,
publicado originalmente em Vinhos & Afins


Recife - PE


Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário. Sua opinião, sugestão e crítica construtiva, sempre será bem-vinda.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...