sexta-feira, 23 de março de 2012

Vai uma cabidela aí?


A galinha à cabidela, prato tradicional no nordeste, é conhecida em outras regiões como "Galinha ao Molho Pardo". O prato é, na verdade, uma versão abrasileirada do "coq au vin", tradicional preparação da Cozinha Francesa.

Segundo a pesquisadora Letícia Cavaltanti, "galinhas chegaram ao Brasil com Cabral. Os índios nunca tinham visto nada parecido, até 24 de abril de 1500. "Já de noite", segundo Caminha. Mas nunca fizeram sucesso, entre eles. Nem seus ovos, que continuaram a preferir os de jacaré ou tartaruga. Galinha por muito tempo, no Brasil, foi comida de branco. Mas só de alguns. Os que tinham posses. Aos poucos passou a ser, também, de mulher parida e doentes em geral."

Como preparar a iguaria?

INGREDIENTES:

1 galinha (de capoeira) grande e gorda
2 colheres de sopa de vinagre
4 limões
Sal, pimenta do reino e cheiro verde a gosto
2 dentes de alho socados
1 cebola ralada
2 colheres de sopa de óleo
½ pimentão cortado em tiras finas
4 tomates picados (sem pele e sem sementes)
2 colheres de sobremesa de extrato de tomate
2 folhas de louro

PREPARO:

- Junte o sangue da galinha em recipiente com vinagre. Bata com um garfo, para não talhar. Reserve.
- Corte a galinha em pedaços. Passe limão. Lave e tempere com sal, pimenta e alho. Reserve.
- Leve ao fogo uma panela grande, com óleo. Doure a galinha. Junte cebola, cheiro verde, extrato de tomate, louro, pimentão, tomate. Refogue tudo em fogo brando. Acrescente água. Deixe no fogo até que a galinha esteja bem macia.
- Na hora de servir, junte o sangue (mexa antes) aos poucos, na panela. Leve novamente ao fogo e misture bem. Deixe até que tudo esteja bem cozido.
- Sirva com batata cozida e arroz branco.


Bom apetite!


Recife - PE



Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário. Sua opinião, sugestão e crítica construtiva, sempre será bem-vinda.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...