domingo, 20 de maio de 2012

Hoje é domingo, pé de cachimbo!



Cada dia um adeus.
Às vezes adeus a um pássaro que voa,
às vezes ao voo de um pássaro
que ontem voltou,
que amanhã voltará
mas com outro voo.
Adeus ao gesto que, inda que se repita,
não mais será o mesmo.
Adeus a cada instante
que, de agora se fez antes
e ontem se torna.
E depois.

Adeus a mim mesmo.
Adeus ao adeus.



Poemas - Daniel Lima

Recife - PE
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário. Sua opinião, sugestão e crítica construtiva, sempre será bem-vinda.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...