domingo, 5 de agosto de 2012

Pintando o sete...


Lá onde eu moro
tudo é feito a pincel, como num quadro.
Há uns borrões de um lado,
uns traços cor de vinho.
O cinza predomina às sextas-feiras,
mas nas terças explode o rosa-choque.
Nos domingos as cores se embaralham.

Não nasci, propriamente me pintaram.

Por isto, todo sábado amanheço
rubro da cor da aurora
e de tardinha
vou ficando amarelo e anoitecendo.


Poemas
Daniel Lima - Pág 191


Recife - PE
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário. Sua opinião, sugestão e crítica construtiva, sempre será bem-vinda.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...