sábado, 11 de agosto de 2012

Porque hoje é sábado!


Quem és tu?
Que faz-me acreditar no invisível,
Seguir o impossível,
Encantar-me com o encontrado

Quem és tu?
De coração pré-ocupado,
Há tempos alojado em meu coração pré-ocupante,
Retrato sem face, guardado na mente.

Quem és tu?
Que te inebrias com palavras,
E buscas quem as disse,
Só para coroar minha vida

Quem és tu?
Com esse sorriso mais maroto,
A gargalhada mais marcante,
Serias minha garota amante?

Quem és tu?
Que como dizem os poetas:
"Preenches todo o vazio com tua presença"
És ausência presente em mim.
És começo ou és fim?

Quem és tu?
Vamos lá, responda-me sem demora.
Que audácia é esta de ficar para sempre
Quando surgistes praticamente agora?


Quem és tu, de Sammely Xavier,
a quem peço desculpas por ter alterado o  gênero de "meu garoto" para
"minha garota", na quarta estrofe.

Recife - PE
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário. Sua opinião, sugestão e crítica construtiva, sempre será bem-vinda.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...