sábado, 12 de janeiro de 2013

Porque hoje é sábado!



Minha alma desce a regiões remotas
que ela mesmo ignora que existam.
E sente-se absurda como um pássaro
que descobrisse, no alto, em pleno voo,
que as asas esquecera no seu ninho.

Mergulho em mim
na volúpia de achar o que sou
na sequência do que faço.

Mergulho em mim, alma submarina
que à superfície foge e quer a fonte,
e vejo que não sou como eu pensara
como os outros me veem, como me vejo
ainda agora depois desse mergulho.

Mergulho em mim e não me vejo
porque não estou.
(Onde será que estou?)


Poemas
Daniel Lima
30.09.1956


Recife - PE
Comentários
1 Comentários

1 comentários:

Bruna disse...

Muito lindo Guto!
Obrigada pela dica.
Beijo

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário. Sua opinião, sugestão e crítica construtiva, sempre será bem-vinda.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...