sexta-feira, 31 de maio de 2013

A Velhinha de Taubaté continua bem viva...



O personagem "A Velhinha de Taubaté", foi criada pelo escritor gaúcho, Luis Fernando Veríssimo, em plena ditadura militar, durante o último governo desse ciclo, o do General João Batista Figueiredo, aquele que "preferia cheiro de cavalo, ao cheiro do povo".

Ela se tornou famosa por ser "a última pessoa do Brasil que ainda acreditava no governo". LFV anunciou sua "morte" em 2005, nos tempos em que estourou o "Escândalo do Mensalão", diante da TV, decepcionada com os políticos brasileiros de então, que são ainda os de hoje.

Mas desconfio que a "Velhinha", além de continuar viva, espalhou netos pelo Brasil à fora. São eles que, aparentando ingenuidade, ainda acreditam na moral ilibada de elementos como "lula da silva" e na transparência e honestidade de atos desse governo.

E são esses que continuam propagando feitos fantasiosos dessa corja instalada no poder, atribuindo à mesma, a "salvação do mundo".

Quiçá, também esses, possam ter sua ingenuidade e credulidade, mortas e infartadas diante do choque de realidade que teimam em não enxergar.


Recife - PE
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário. Sua opinião, sugestão e crítica construtiva, sempre será bem-vinda.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...