segunda-feira, 22 de julho de 2013

Quem precisa de um novo collor?



Como falei recentemente, a tal da "sucessão presidencial" com as manifestações de rua, ficou zerada. E ainda serviram para fazer cair por terra, "santos dos pés de barro".

Assim está sendo com a presidentA, hoje contestada dentro de seu próprio partido, que mais se assemelha a uma quadrilha. Está sendo assim com sérgio cabral, no Rio de Janeiro, que, embora não esteja cotado à sucessão presidencial, com a revelação de suas "trelas", ver a cada dia cair por terra, sua popularidade e, de lambuja, a indicação de seu "pezão", para sucedê-lo.

Agora a "bola da vez" é o nosso governador, eduardo campos, conhecido de outras eras como "dudu precatórios", devido ao seu envolvimento nos anos 90, no chamado "Escândalo dos Precatórios", que comprometeu as finanças do estado, quando era secretário da Fazenda, até hoje não completamente explicado.

Agora, depois de espalhar uma imagem de "administrador moderno" e de "plantar" uma eventual candidatura a presidente, a lama começa a minar seus pés de barro. É revelada uma investigação do Ministério Público, sobre um suposto desvio de verbas, através de empresa laranja, para pagamento de contas de campanha de seu partido. Para mim, absolutamente nenhuma novidade.

Só resta saber se o MP de Pernambuco, "quintal do governador", vai efetivamente apurar isso até o fim e denunciar os envolvidos. Essa nova sociedade, acordada pelas manifestações, tem que ficar atenta e cobrar não apenas a apuração, mas a definição de culpados, a punição e a restituição aos cofres públicos, do que, sem dúvida alguma, é apenas uma ponta ínfima do iceberg de corrupção deste governo.


Recife - PE
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário. Sua opinião, sugestão e crítica construtiva, sempre será bem-vinda.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...