quarta-feira, 20 de novembro de 2013

A corrupção e a geografia



Algumas conclusões e divagações, "cá 'cumeus' botões" sobre Mensalão, Mensaleiros, "presos políticos" e "políticos presos"...


01 - Os "políticos presos" se dizem "presos políticos" e que foram condenados "por um tribunal de excessão". Esquecem que, à época do julgamento, 7 dos 12 membros da corte, foram nomeações ocorridas em seus próprios (des)governos, portanto a maioria absoluta, mas que não se submeteram à manipulação que esperavam deles, exceto o "lewandow$ki" e o obtuso "tofoli";

02 - Manipularam o máximo possível o início do julgamento, mesmo com toda pressão da sociedade, para dar tempo ampliarem ainda mais sua suposta vantagem, nomeando novos membros para a corte, no que obtiveram êxito;

03 - Utilizam das piores armas que antes juravam combater, como o racismo, a mentira e as ameaças veladas à integridade física e moral de quem não compactua;

04 - Deram um jeitinho de levar para fora do país um condenado que poderia sucumbir a pressões e revelar ainda detalhes mais escusos do escândalo;

05 - Devem fazer o mesmo em relação a "marcos valério", utilizando-se de outras formas de pressão;

06 - O principal "capo di tutti i capi" ainda está solto e ileso;

07 - Nenhum dos condenados teve cerceado o seu direito de defesa;

08 - Advogam para si privilégios que nenhum outro criminoso tem;

09 - O único partido político com ideologia pura nesse país, é o "Partido da Corrupção", dele fazendo parte "políticos" de todas as correntes. As punições devem chegar a todas e a todos, independente de cores e partidos;

10 - Mesmo me regojizando com as prisões, não tenho a ilusão de que ficarão presos muito tempo, devido ao nosso "problema geográfico": isto é brasil!!!!

Recife - PE


Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário. Sua opinião, sugestão e crítica construtiva, sempre será bem-vinda.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...