sábado, 4 de janeiro de 2014

Porque hoje é sábado! (embora não pareça)



Quando abrires as tuas mãos
(faze-o antes que a tarde finde)
verás que há sangue nelas,
sangue que as mancha e te mancha,
homem que te julgas pacífico e inocente,

Quando abrires as mãos no fim da tarde,
verás que há sangue nelas
e te espantarás porque nada fizeste
mas há sangue em tuas mãos
porque nada fizeste.

E em vão te esconderás
da voz que irá te interpelar em teu silêncio.

Antes que finde a tarde, hás-de ver sangue
nas tuas mãos de Caim,
tão limpas e cuidadas.

Poemas
Daniel Lima

Recife - PE
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário. Sua opinião, sugestão e crítica construtiva, sempre será bem-vinda.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...