segunda-feira, 23 de junho de 2014

O que queremos ser: patriotas ou idiotas?



Nós, o "povo brasileiro", somos conhecidos por nossa hospitalidade, alegria festiva e ainda, amor e orgulho por nosso país. Há anos que somos o "país do futuro" e sabe Deus quando seremos "o presente". O nosso sentido de "patriotismo", pelo menos da imensa maioria, resume-se a isso.

Esses dias tive a infelicidade de ler um comentário de um "torcedor" brasileiro, à respeito de uma partida entre as seleções da Suiça e Equador. Dizia mais ou menos assim: "de que adianta a Suiça ser um país tão desenvolvido e ter dificuldade para vencer uma seleção inferior. Prefiro ser atrasado e a seleção brasileira ser a melhor". Mais infelizmente ainda é que esse "patriota" não está só. Há milhares que pensam igual a ele.

É esse o nosso grande mal. O sentido exacerbado de patriotismo, só se revela de 4 em 4 anos, durante as copas do mundo de futebol. E nesses intervalos, "permanecemos de quatro" para os corruPTos de plantão, para os vendedores de ilusão, para os que nos dão esmolas na intenção de nos manter escravos.

Logo mais chegam as eleições e vamos reeleger um monte de ladrões, de preguiçosos, de irresponsáveis e perdulários com o dinheiro público. E vamos ainda continuar achando que "se eu tivesse lá, eu também roubava"; e vamos continuar quebrando o patrimônio público, porque não é meu; e vamos continuar a não devolver o troco que recebemos a mais; e vamos continuar levando vantagem e tudo e em cima de todos...

Quem está no poder é apenas uma foto em 3 x 4, de quem está na planície. E só nós podemos "fazer a diferença" entre sermos, de fato, patriotas ou a continuarmos a ser os "idiotas de plantão", a serviço dos sem-caráter.


Recife - PE


Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário. Sua opinião, sugestão e crítica construtiva, sempre será bem-vinda.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...